quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

MADE IT, MA! TOP OF THE WORLD!

BLACK HEAT


Amigos, muita especulação sobre o contrato de 1 ano de Valtteri Bottas com a equipe Mercedes. Uma das teorias é que o contrato assinado de 1 ano seria para esperar a liberação de Alonso ou Vettel. Acho essa hipótese pouco provável, Lewis Hamilton tem contrato de três anos até o final da temporada de 2018. Para um desses dois entrar na equipe só com a saída do Hamilton. 

A McLaren já testou a dupla Hamilton/Alonso e os resultados foram ruins. Perderam um título que já estava ganho. E tem mais, naquela época a "estrela" era só o Alonso. Hoje temos duas "primadonnas". A Mercedes corre o risco de juntar o fio positivo com o negativo, isolar e ligar a força. Vai dar curto-circuito na certa. Não acredito nessa possibilidade. Errar é humano, mas repetir o erro é burrice!.  Alonso em 2018 só acontece se a Mercedes chutar o Hamilton.

Alguém pode imaginar uma dupla Hamilton/Vettel? Se acontecer a equipe Mercedes vai precisar de "babás" não de mecânicos! O cara no chuveiro quando tocar o telefone vai pensar: "Quem será dessa vez: Lewis ou Vettel!!!!!!!!!!

Pode descarta essa hipótese. Só acontece se quebrarem o contrato do Hamilton.

No caso de uma quebra de contrato, quem mais sairia perdendo é o Hamilton. Hoje só existem três times com chances de vitórias: Mercedes, RBR e Ferrari. Pra onde Lewis iria? 

Ferrari, difícil, não tem o perfil de piloto Ferrari. Se com o Vettel não deu certo, com Lewis menos ainda. A Ferrari só não dispensou o Vettel por causa da falta de opção. Acredito que quando vencer o contrato dele, o time vai com tudo atrás do Ricciardo.

RBR possibilidade quase nula. eles tem o seus próprios pilotos.

Só sobra a McLaren, mais ela atualmente está ruim das pernas. Na hipótese de melhorar em 2017, e construir um carro para briga por vitórias, por que o Alonso iria sair na equipe?. Ele aguentou com o carro ruim e agora que o carro ficou bom ele vai sair. Alonso só sai da McLaren se o carro continuar ruim. Nesse caso é pouco provável que Lewis volte para a McLaren para sentar em um carro que não permita a ele brigar pelo título.


Então por que contrato de 1 ano? Na F1 a gente sabe que contratos não valem nada, mas fica a dúvida, por que 1 ano e não dois.

Pode ter muitas razões. Pode ser exigência da Williams ter uma cláusula no contrato que caso a Mercedes no final do ano não pretenda continuar com o Bottas ele é obrigado a voltar para a Williams. A Mercedes ficaria proibida de negociar o Bottas com outro time.

Vamos imaginar que o Bottas faça um campeonato muito ruim e o Hamilton uma temporada excelente e conquiste o título. Nesse caso a Mercedes dispensa o Bottas, fica com o Hamilton para 2018 cumprindo o contrato normalmente e sobe o Pascal ou o Ocon. Bottas retornaria para a Williams no lugar do Felipe.

Ou pode ser também uma forma de obrigar o Valtteri Bottas a mostrar tudo nesse ano. Com contrato de dois anos ele entra mais relaxado, sabendo que tem mais um ano. Com contrato de 1 ano ele não pode relaxar, seria uma forma de testá-lo no limite.

O problema é que a Mercedes criou um "monstro", Lewis Hamilton, que agora está fora de controle.

A Mercedes passou a mão na cabecinha sempre que ele aprontava. Prometia punir mas sempre recuava. O time perdeu o controle sobre ele. Agora está pagando por isso.

Quando Rosberg anunciou que estava fora, pensei que a Mercedes imediatamente subiria um de seus pilotos juniors, Ocon ou Pascal.

Na teoria ela tem Hamilton, um piloto top que já conquistou 2 títulos para o time e por isso não precisaria se preocupar em arranjar um substituto à altura de Rosberg. Lewis seria o cara para trazer o título e Pascal ou Ocon somariam pontos e ganhariam experiência para em 2019 assumirem o papel de substituto de Hamilton.

As vezes você ter 2 pilotos top pode ser ruim porque um acaba roubando pontos do outro, sem contar a chatice de ter que administrar "egos" gigantescos.

Lewis sozinho no time não seria perturbado pelos novatos e nem a Mercedes ia permitir. Se algum tentasse alguma coisa, logo a equipe cortaria as suas asinhas.

Então por que a preocupação e demora para encontrar um substituto?

Porque Lewis Hamilton apesar de seus 32 anos ainda usa fralda.

Quando Rosberg depois de conquistar o título, mostrou uma banana para a equipe, o time logo tratou que alisar o Hamilton.

Todo mundo na equipe mudou o discurso, para colocar panos quentes e acabar com as polêmicas.

Primeiro, não puniram ele. Toto Wolff tinha prometido que Lewis Hamilton sofreria uma punição pela insubordinação. Mas logo mudou o discurso e negou a punição.

Aí fizeram o Paddy Lowe declarar que foi um erro dar aquela ordem na última corrida.

Bom, depois de tudo isso, Lewis Hamilton continuou com a língua afiada.

Disse que foi humilhado pela equipe, levantou novamente dúvidas sobre a quebra do motor, continuou com a teoria de conspiração sobre a troca dos mecânicos, insinuando que a Mercedes fez isso para prejudicá-lo, etc.

Isso mostrar o quanto ele é imaturo.

Em vez dele aproveitar a ocasião para encerrar a polêmica, trazer de volta a confiança do time nele. Trazer tranquilidade para a equipe depois do turbulento final de temporada. Mostrar para a Mercedes que agora ele iria assumir sozinho a responsabilidade de levar a equipe novamente ao título em 2017.

Mas não fez isso. Continuou botando lenha na fogueira sem motivo.

O que motivou a equipe a sair atrás de alguém de nível alto. A Mercedes foi obrigada a assediar os pilotos da RBR, Ferrari e McLaren. Mas todos estavam bem amarrados em contratos. Sobrou o Bottas. que apesar de nunca ter tido um carro bom na mão, tem mostrado grande potencial.

Por isso que a Mercedes fez aquela novela toda para conseguir o Valtteri Bottas.

Se a gente for ver, o negócio foi complexo. Envolveu o Pascal, o Massa, a Williams, a Sauber... foi muito complicado.

Tudo porque o time não confia mais em Lewis Hamilton. Acham que ele é instável, imaturo e por causa disso não podem apostar só nele.

A Mercedes não tem bola de cristal para adivinhar como vai ser o desempenho do Bottas durante o ano, mas uma coisa ela tem certeza...Bottas é um homem maduro. Nos anos como piloto da Williams ele mostrou ser um excelente profissional.

Um cara bem diferente de Vettel e Hamilton.

Vettel e Hamilton são bem parecidos. Duas crianças mimadas que só rendem quando tem o melhor brinquedo e ainda precisam ser paparicados pela equipe.

Eles não tem a capacidade de liderança. Não são capazes de fazer o que o Schumacher fez, construir, montar um time á sua volta e levá-lo a vitória.

A Ferrari já está no limite com o Vettel, o mesmo acontece com o Lewis na Mercedes. Só não levaram um chute porque a equipe não tem opções para substituí-los.

Lewis Hamilton precisa crescer ou corre o risco de acabar como James Cagney no final de White Heat.

'Eu consegui mamãe, estou no topo do mundo", aí tudo acaba numa grande explosão...



Nenhum comentário: