quinta-feira, 13 de abril de 2017

OPINIÃO SCUDERIABRAZIL: MARKETING, QUE MARKETING?




Marketing ? Racer? O pessoal tá de brincadeira.

O único marketing que vi foi às avessas. Chama correndo o João Santana e a Monica.

O que eu vi foi uma equipe e uma grande montadora de joelhos para satisfazer os caprichos de uma primadonna arrogante.

Jogada de marketing da McLaren, onde?

No Grande Prêmio mais importante da temporada, o mais charmoso, onde contratos milionários são fechados, onde o tapete vermelho é estendido para pilotos e equipes, a  McLaren/Honda vai estar presente com um único piloto, seu segundo piloto, um jovem inexperiente. A "estrela" principal da equipe, pago a peso de ouro, "entediada" pelos maus resultados, resolve correr em outro lugar. Dependendo do humor, pode ser que apareça no Canadá.

Bela jogada de marketing.

Sugiro que a Mercedes faça o mesmo com o Hamilton. Que tal em vez de disputar o GP Monaco, ele vá correr uma etapa do Mundial de Rally. Wow, grande jogada de marketing, a Mercedes entrando no mercado dos Rallys.

O que acontece é que Fernando Alonso só tem uma opção para 2018, renovar com a McLaren. Red Bull, Ferrari e Mercedes não o querem. Ele chegou a se oferecer, mas recebeu um sonoro "não".

Ele deixou as portas fechadas por todas as equipes que passou. Voltou à McLaren por falta de opções e a equipe só o aceitou de volta por puro desespero.

Quando o Felipe Massa escrever o seu livro nós vamos ficar sabendo como é trabalhar com o Alonso.

No seu retorno à McLaren, nesses dois anos, o que nós vimos foi ele ridicularizando o motor e ofendendo ao vivo e em cores, durante as transmissões, a Honda (inclusive dentro da casa, no Japão).

Coisa que eu nunca vi acontecer nesses anos todos que acompanho a F1. Um piloto debochar de sua equipe é novidade pra mim. Pode ser engraçado para nós na Tv, mas imaginem a reação dos engenheiros na fábrica, que humilhação não sofreram.

Nunca vi o Piquet debochar da BMW, pelo contrário, arregaçou as mangas e foi ajudar a equipe a melhorar o motor.

Alonso pela fortuna que recebe, nunca fez isso, o que nós vemos é só reclamações e ofensas.

Racer? Racer porra nenhuma!

Vai disputar as 500 Milhas somente por um motivo. É que durante uma semana todos os holofotes e flash estarão voltados para ele. O seu enorme EGO vai adorar isso. Vai calçar a sapatilha e virar a "cinderela" por um dia.

Enquanto isso, do outro lado do mundo, sua equipe e patrocinadores, vão sofrer em Monaco contando apenas com um jovem piloto de disputou apenas 3 Gps até agora.

Os "moderninhos" marketeros devem achar que é mais importante a "estrela" Alonso aparecer na Indy, do que um bom resultado para a equipe McLaren na Formula 1 em Monaco. Inversão total de valores.

Aviso aos "saudosistas" que ficam lembrando Graham Hill, Jim Clark... Isso foi outra época!

Naquele tempo, piloto estava num fim de semana em Targa Florio, no seguinte em Monaco e no outro em Daytona. Outros tempos!

Hoje em dia piloto sério só pode se dedicar a uma categoria. Não vamos fazer comparações com o passado.

Esse cara é "racer" uma ova!

É só mais um arrogante, com um ego enorme e cheio de si. O que Fernando Alonso quer é aparecer. Só isso.








Nenhum comentário: