quarta-feira, 21 de junho de 2017

ME ENGANA QUE EU GOSTO



É incrível, mas todo dia sai alguma bobagem em relação a troca de pilotos. Falta notícia. Alguém precisa trocar a cor do capacete ou fazer uma nova tatoo, caso contrário vamos ter esse tipo de notícia todo o santo dia.

Lewis Hamilton volta a falar de aposentadoria, "Lewis's mind games"! Perder a infância dá nisso, o cara nunca vai crescer. Ele continua a falar essas bobagens porque ele precisa ser paparicado o tempo todo.

Toda semana Toto Wolff é obrigado a mimar a "criança". Sobra até para o coitado do Rosberg, que largou a F1 ano passado e ainda tem que aturar certas coisas. Segundo declarações recentes de Wolff, era Rosberg quem criava problemas dentro da equipe, brincadeira, não?

Agora Lewis ameaça largar a F1 em 2018 (de novo!). Isso se chama déficit de atenção. Faz isso porque tem a necessidade de ser mais paparicado dentro da equipe. Precisa de colo, mamadeira, chupeta e o "chocalho prateado" só para ele.

Recentemente, diante da ameaça de Alonso ir para a Mercedes, disse que Bottas era o companheiro ideal e que Alonso era tóxico. 

Após o GP de Monaco, foi o primeiro a gritar que tinha jogo de equipe na Ferrari. Apesar de colocar que é contra isso, fez isso só para mandar um recado para a Mercedes. Quer continuar a ter todas as atenções dentro do time. Enxerga na maturidade de Bottas uma ameaça.

Ano que vem não teremos mudanças nas principais equipes. Repito o que já disse, a única troca vai ser se a Mercedes não renovar com o Bottas, se isso acontecer a Ferrari assina com ele na hora.

Esquece essa bobagem de Max na Ferrari. Vettel vai renovar, já devem estar até com o contrato pronto e Max fica na Red Bull. Max não vai sair da RBR para ser segundo na Ferrari.

Nas quatro equipes grandes (incluo a McLaren) há harmonia no line-up de pilotos.

Na Ferrari, Vettel (ten years old) tem em Raikkonen um parceiro perfeito. Ainda é veloz e não cria problemas dentro do time (vide Monaco). A Ferrari não vai colocar um Sergio Perez para criar problemas dentro do time. Muito menos um Sainz. Renova com Kimi ou pega o Bottas.

Outra coisa. Sergio Perez é aquele cara que o trem passou e ele não pegou. Teve sua chance na McLaren, perdeu o bonde.

Na Red Bull, dupla perfeita. Dois pilotos velozes, com personalidades diferentes, que se completam. Marko não é louco de colocar um Sainz para infernizar a vida do Max.

A situação na Mercedes é mais complicada que na Ferrari. Tem Lewis Hamilton (five years old), comparado com Vettel, ele ainda usa fraldas. Vai colocar quem junto com ele? Não tem outro senão o Bottas. A coisa só não degringolou dentro da equipe, porque com o Bottas o que Lewis fala entra por um ouvido e sai pelo outro. Esse ano Bottas esta jogando com o time, mas ano que vem (se renovar) a coisa muda de figura, vai querer mais com certeza e ai bate de frente com o Lewis.

Alonso não deve ir para a Renault. Seria trocar seis por meia dúzia. Deve permanecer na McLaren, não tem outra opção. Vandoorne acho que continua. Os maus resultados não são por causa da mudança de regulamento dos carros, é só falta de motivação por pilotar um carro ruim. Com um carro bom vai mostrar serviço.





Nenhum comentário: