terça-feira, 15 de janeiro de 2019

PLAYLIST


1968 "slip away" - CLARENCE CARTER




1971 "southern man" MERRY CLAYTON




1969 - "hey jude" WILSON PICKETT & DUANNE ALLMAN












sábado, 12 de janeiro de 2019

SIMPSON RX1


1979 - Emerson Fittipaldi com o novo capacete da Simpson RX1 durante o Grande Prêmio dos Estados Unidos, Costa Oeste, no circuito de Long Beach.


Jochen Mass

James Hunt

Al Unser

Rick Mears

Johnny Rutherford

Elio de Angelis


Mario Andretti


Alan Jones
















quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

ANDRETTI ASSINA EMBAIXO O QUE O BLOGUEIRO FALOU



Mario Andretti "o maior piloto americano de todos os tempos" e um dos "grandes da Formula 1" tem o pensamento alinhado com o do blogueiro:



O campeão de Fórmula 1 de 1978 e ex- piloto da Ferrari , Mario Andretti, não tem dúvidas sobre Sebastian Vettel ser o líder da equipe, mas não tem certeza sobre o novo piloto Charles Leclerc .

"Ele  é absolutamente o homem certo para a Ferrari"  , disse ele à Sky Italia  ao falar sobre Vettel.

"Eu me lembro em seu primeiro ano com a Red Bull, perguntei quais eram suas ambições para o futuro e ele imediatamente respondeu:" Dirigir para a Ferrari!

(SPOILER) -  Coisa que já comentei aqui no blog que Vettel não se importava com o 5º título, o que ele deseja é "SER CAMPEÃO PELA FERRARI"

“Ele é o piloto certo para o trabalho. Eu acho difícil dizer quem entre Hamilton e Vettel é melhor porque eles dirigem carros diferentes, mas ambos são bons. ”

Em Leclerc, Vettel terá um companheiro de equipe muito ansioso, e que provavelmente não será rebaixado para o segundo piloto como Kimi Raikkonen nos últimos anos. Andretti não duvida dos talentos do monegasco, mas com apenas 21 anos de idade, ele poderia ser um pouco jovem demais e inexperiente. 

“A dupla Leclerc-Vettel parece correto, mas a alternativa melhor teria sido continuar com Kimi  porque ele e Sebastian se davam muito bem. Mas vamos ver."

“Leclerc parece ser muito bom e ser jovem significa que ele tem um bom futuro pela frente. Foi ideia do [Sérgio] Marchionne promovê-lo, mas não sei se este é o momento certo para o Leclerc. ”

"Com dois pilotos em uma equipe, deve haver um número um e um número dois, tendo dois números 1 nunca funciona",  concluiu o americano nascido na Itália.











terça-feira, 8 de janeiro de 2019

FORMULA FORD













O QUE VAI QUERER DA VIDA, ESSA É A PERGUNTA...




Amigos, ontem, 7 de janeiro foi anunciada a saída do Arrivabene do comando da Ferrari. Coisa que todo mundo já esperava. Não entendei porque esperaram até janeiro para anunciar. Esse anuncio deveria ser feito no fim da temporada passada. Por que prolongar a "novela" por mais um mês ? Seria mais coerente ter feito este anuncio no fim da temporada passada e evitado esse "burburinho" todo agora. 

Mal o ano começou e os "equívocos" persistem. Com esse anuncio fora de hora, começaram o ano tendo que explicar coisa do passado em vez de falarem do futuro.

A Ferrari precisa decidir o que "vai querer da vida".

Não me arrisco a fazer nenhuma previsão. Prefiro esperar as quatro primeiras corridas para ver o caminho que a equipe vai seguir.

Vettel está "sozinho" no time, a entrada do Leclerc é um sinal disso. Se a equipe ainda confiasse nele teriam mantido Kimi. 

Faltou respaldo da equipe para com ele nos momentos de dificuldades. Vettel teve que segurar o rojão sozinho.

Começa o ano desiludido. Talvez não acredite mais no sonho de ser campeão pela Ferrari. Algum dos erros que cometeu ano passado, não são normais para um piloto do seu nível.

Leclerc na equipe é uma incógnita. Não sei o que pode acontecer. Se a Ferrari acha que ele vai se comportar como um "Bottas", pode "tirar o cavalinho da chuva".

O garoto é experto, e não vai cometer o mesmo erro do Bottas. Leclerc sabe que o Vettel é o cara a ser batido, este é o seu "objetivo" para 2019.

Sabe que deu um salto grande na sua carreira, saindo de uma Sauber, onde o máximo que conseguiria era o sexto lugar, para uma Ferrari onde o sonho de ser campeão é realidade.

Tem que ir para cima do Vettel ou corre o risco de ter sua carreira prejudicada. 

Se agir como o Bottas será taxado de "wingman" e se não fizer frente ao alemão, começarão os boatos que o "parâmetro" dele na Sauber sempre foi o Marcus Ericsson.

Na minha opinião, Leclerc não é bobo e sabe disso.

Tem que fazer como Ocon fez, que apesar de estar fora da F1 em 2019, fez o seu "nome". 

Enquanto Ocon (apesar da cagada no Brasil) termina o ano por cima, Bottas, com suas atitudes, cada vez mais "enterra" sua carreira.

Como a Ferrari vai lidar com isso eu não sei. Quero esperar umas quatro corridas para ver como o time vai agir.

E a coisa para a Ferrari pode ser mais complicada porque já surgem boatos que a Mercedes consegui "mais cavalinhos" para o seu motor em 2019. Se a coisa foi ruim ano passado agora pode piorar.

Enquanto a Mercedes praticamente mantém o mesmo time, na Ferrari a reformulação é geral. É leva um certo tempo para o time "entrosar".

A Renault finalmente "confessou" que em 2018 a Mercedes e Ferrari tinham 50 cavalos a mais de potência.

O que só aumenta o meu respeito por Max Verstappen. Fez o que fez com 50 cv a menos....

...POWER, é só isso que esse rapaz precisa para brilhar na F1....

Voltando a Ferrari, acho que o maior erro deles em 2018 foi não contratarem Daniel Ricciardo.

Com Riccirado na equipe as chances seriam maiores.

Ricciardo só tem qualidades, e ano passado, mostrou mais uma. Tem "paciência de Jó". Qualquer outro piloto terminaria o ano em uma "camisa de fôrça", depois de enfrentar os problemas que ele enfrentou. Mas ainda assim teve forças para conseguir um pole position em cima do Verstappen. Mostra que apesar das dificuldades não se deixa abater. Um tremendo piloto que a Ferrari (e Mercedes) deixaram escapar para a Renault.

E deixaram escapar por medo. Medo que suas duas "estrelas" (Vettel e Hamilton) não suportassem a convivência com alguém do mesmo nível (ou superior) na minha opinião, dentro da mesma equipe.

O que me preocupa em Charles Leclerc é a sua idade. Sua falta de experiencia na F1. 

Um exemplo foi o que aconteceu entre ele e Kmag durante uma corrida ano passado. Leclerc ficou reclamando durante "1 mês". Reclamou até na hora do briefing.

Um piloto que quer disputar título não pode fazer isso. 

Veja o exemplo do Vettel ou Kimi, pilotos experientes. Quando acontece uma coisa dessa eles reclamam na hora e só. Passam a "borracha" e já pensam na próxima corrida. Foi o que aconteceu no incidente na China com Vettel e Verstappen.

Será que Leclerc terá maturidade para enfrentar situação parecida.

Essa é minha dúvida, porque velocidade a gente já sabe que ele tem. Talvez falte "experiência".

A coisa não vai ser fácil para a Ferrari em 2019. 

Surgem boatos que a Mercedes terá um carro melhor ainda e com mais potência.

Junte a isso, recente declaração do Toto Wolff em que se diz preocupado que as pessoas comessem a odiar a Mercedes tamanho é o seu dominou na F1, é um prenúncio de mais um ano de domínio.





















segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

domingo, 6 de janeiro de 2019

LIFESTYLE ... MUST HAVES

Mercedes-Benz 500 SEC AMG - 24hrs Spa Franchorchamps 1989
















MODELO: MERCEDES-BENZ 500 SEC AMG

PROVA: 24 HRS RACE SPA FRANCHORCHAMPS 1989

PILOTOS: LUDWIG/CUDINI/MULLER 

RESULTADO: ABANDONOU (Gearbox)

FABRICANTE: AUTOART

CODIGO: 88932

MATERIAL: DIECAST

ESCALA: 1/18

STATUS: FORA DE CATÁLOGO







sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

COPERSUCAR FITTIPALDI FD01



1975 - Pessoal, bonito o bichão né! E a bunda...mais bonita ainda. Tem traseiro de brasileira...eh,eh,eh

Amigos, esse é um poster da época que ganhei de presente do Wilsinho. 

Não lembro da data exata se foi em 74 ou 75, recebi um convite do Tigrão para conhecer o carro que eles estavam construindo.

Fui à fábrica junto com ele e tive a oportunidade de ver esse carro de perto. Wilsinho foi muito gentil e me mostrou tudo. Até me permitiu que sentasse no carro.

Uma coisa que me chamou a atenção foi a posição do piloto. Ele pilotava o carro literalmente deitado. Não sei se era por causa da altura, mas achei a posição desconfortável. Eu que sou mais baixo que ele, sumi dentro do cockpit.

Passei um tarde maravilhosa com ele, e com o Emerson, que chegou de surpresa, montado numa linda BMW R90 toda preta. Eu que na época curtia mais motocicleta do que carro, gostei mais da moto do Emerson do que o F1 do Wilsinho!

Preciso urgente botar num quadrinho antes que as traças acabem com ele !



P.S. Ainda bem que a caneta do Wilsinho não era "bic". 45 anos depois o autógrafo ainda está lá...