quarta-feira, 22 de março de 2017

RESPOSTAS NO DOMINGO



Lewis Hamilton vai ter que virar homem nessa temporada.

Este ano não vai ter Ron Dennis segurando a mãozinha dele, e não vai ter Toto Wolff passando a mão na cabecinha depois de algum "desvio de conduta"...Ele só vai ter o respaldo da mídia inglesa.

Ano passado quando a Mercedes deu condições iguais para os dois pilotos Lewis acabou se complicando. Rosberg só não abriu uma vantagem grande no começo da temporada por causa de Barcelona. Aquilo quebrou sua ascensão, aquela sujeira de Lewis Hamilton de tirar os dois carros da prova abalou Nico.

Barcelona foi "vanishing point" do campeonato. Aconteceu o que todo mundo já vinha esperando a tempos. A Mercedes ficar com os dois carros fora no que seria um 1 e 2 fácil. Foi uma sujeira grande de Lewis, coisa de moleque! Teve também a marmelada do México onde a cambada de ingleses chefia pelo baixinho Bernie "anistiaram" Lewis depois que ele cortou caminho. O campeonato era para ter acabado lá. Só não acabou por causa da marmelada.

Vamos ver o que vai acontecer no domingo. Se Bottas vencer não quer dizer que ele vai destruir o Lewis, da mesma forma que se Lewis vencer não prova que Bottas é inferior. Vamos ter que esperar o meio da temporada para ter uma opinião formada.

O que vai ser interessante observar no domingo é o comportamento de Lewis, Bottas e Mercedes Team.

Bottas está no mato sem cachorro. Esse ano é decisivo para sua carreira. Se mostrar serviço vira piloto top, agora se for dominado por Lewis, acabou. Vai virar piloto de escalão intermediário e acabou o sonho de ser campeão mundial. Esta na idade limite, tem 27 anos, não vai ter segunda chance. Na Formula 1 moderna onde os pilotos entram muito cedo, 27 anos já é hora de parar. Não digo que precise ser campeão, mas tem que bater de frente com o Hamilton e chegar no final brigando pelo título.

Ele sabe disso. É experto, ouve mais do que fala. Isso é perigoso, aposto que Lewis não está confortável com ele na equipe. E o principal é que tem fome de vitória, segundo lugar não interessa mais. No tempo de Williams isso seria bom, agora só vitória vale, segundo lugar é derrota.

Domingo vamos observar o comportamento do time Mercedes:

1- Situação: Lewis liderando, Bottas em segundo querendo atacar. Mercedes vai dar a ordem "tragam os bebes para casa"?

2- Bottas vai obedecer a ordem da equipe?

3- Bottas larga melhor é toma a ponta. Na primeira curva Lewis vai atirar o carro para cima ou vai respeitar o companheiro?

4- Bottas vai deixar bater ou vai recolher?

5- Vamos imaginar que a Ferrari venha forte. A equipe Mercedes vai ter que escolher um piloto para vencer. Dois brigando pelo título é mau negócio. Quem será o escolhido?

6- No caso de toque entre os dois carros. Qual vai ser a atitude da direção do time? Vai punir os dois ou só quem for culpado?

Essas são apenas algumas das situações a serem observadas. Mas tem mais:

Se Hamilton dominar os treinos e a corrida, isso vai abalar a confiança do Bottas?

E se for o contrário, Lewis vai balançar?

É fato que os engenheiros da Mercedes não gostam do Lewis, "garoto minado que não ajuda e só reclama", agora com o Bottas trabalhando como profissional, o time pode gostar disso e ganhar confiança. Como Lewis reagirá ?

Lewis já demonstrou que quer sempre ser o centro das atenções, se Bottas ganhar espaço dentro da equipe o que pode acontecer?

Lewis vai cumprir seu contrato com a Mercedes até o fim de 2018?

Muita bobagem esta sendo falada. Vettel, Alonso na Mercedes em 2018. Só um idiota acredita nisso. A única possibilidade de isso acontecer é com Hamilton fora da equipe.

Se Lewis fizer uma brilhante temporada a Mercedes engole ele para 2018 (Justin Bieber vende milhões de disco, por isso as gravadoras aturam ele). Agora se Bottas for bem e Lewis criar problemas para o time...bye, bye garoto de ouro.



P.S. Lewis Hamilton também está num mato sem cachorro: Se apanhar de novo de seu companheiro de time, fim da lenda!

Ano decisivo para a carreira dos dois pilotos da Mercedes.



Nenhum comentário: