segunda-feira, 2 de maio de 2016

O VILÃO




EDUARDO CUNHA

Pessoal, estão tentando transformar o Kvyat no "Eduardo Cunha" da Fórmula 1. Virou o vilão da F1. Vi e revi o acidente, a conclusão que cheguei é a seguinte: 

No primeiro toque o que aconteceu foi que o Vettel deixou pra frear no limite, foi quando ele emparelhou com o Ricciardo que estava um pouco a frente, ai o russo foi no embalo mas como o Vettel já tinha freado lá dentro da curva o Kvyat  não conseguiu segurar e acabou batendo na sua traseira. Foi culpado sem dúvida, mas não foi um irresponsável ou maluco.

No segundo toque, foi consequência do primeiro. Vettel com o pneu furado tirou o pé e o pessoal que vinha atrás não. Infelizmente no Brasil o telespectador tem que se esforçar mais que os de outros países: colei o ouvido no alto falante da minha TV (porque os narradores não paravam de falar) e pude ouvir o Vettel tirando o pé do acelerador, reduzindo uma marcha e aí acontece o toque por trás. Deu sorte de só tomar do Kvyat porque atrás dele tinha mais vinte carros. Kvyat não teve culpa nenhuma nesse segundo toque.

WILLIAMS COM MUITA SORTE

A equipe Williams teve muita sorte neste final de semana. Começou nos treinos com a eliminação de dois concorrentes a sua frente Ferrari (Vettel) e Mercedes (Hamilton), e com o erro do Kimi que estragou sua volta na última curva, e ainda com a sorte do Bottas que conseguiu acertar uma volta voadora.

A corrida foi uma repetição do que aconteceu nas anteriores, Bottas pula para segundo, como já tinha acontecido com o Massa, faz um auê durante algumas voltas e no decorrer da prova começam a cair lá para trás. Tiveram a ajuda do Kvyat que numa única tacada eliminou 2 RBR e uma Ferrari concorrentes diretos da Williams, Sem contar que essa era um pista onde os carros do Frank sempre andaram bem, Foi um bom resultado para equipe, mas não vamos nos iludir com isso, achei muita boa vontade o pessoal achar que poderia dar pódio.

Sinceramente não estou vendo nenhuma evolução na equipe, acho que em Barcelona vão tomar um calor das Toro Rosso. Com a contratação do John Booth a equipe ganha um bom reforço, Eles tem um bom carro e dois pilotos jovens. Se ele melhorar a estratégia em corridas da equipe e colocar um cabresto nos dois pilotos, a equipe pode conseguir melhores resultados. Podem incomodar as Williams e RBR.



Nenhum comentário: