quarta-feira, 1 de junho de 2016

APOSENTADORIA DE LAUDA



1985 - Foi um ano de azar para Niki Lauda e ele volta a sentir vontade de abandonar a Fórmula 1.

Um dos motivos era que passou a se dar conta dos perigos do esporte.

E recorda uma conversa com Nélson Piquet, que ele considera seu único amigo sincero:

"Ele me falou de sua mãe e de seu irmão, de como a família era unida e que ele a sustentava. E que, no fundo, estava conformado com o fato de que morreria dentro de um carro de corrida. Sua mãe também sabia disso".

Essas palavras calaram fundo em Lauda: sentiu como era importante sair enquanto ainda estava inteiro, e comunicou a sua decisão à McLaren.

Sua carreira terminou com o Grande Prêmio da Austrália, em 3 de novembro, abandona e não completa a prova.






Nenhum comentário: