segunda-feira, 29 de agosto de 2016

DRIVE OF DAY

Pato Sentado

Fernando Alonso na minha opinião foi o piloto do dia, não Lewis Hamilton. Largou em último sem tempo, Lewis foi o penúltimo. Na sexta volta Alonso já era o décimo, enquanto Lewis com o foguete da Mercedes era o décimo segundo.

Numa pista que não é favorável aos carros McLaren, largar em último e chegar em sétimo é uma proeza. Ainda mais levando em conta o rendimento dos McLaren atuais.

Lewis não conseguiu superar o talentoso Ricciardo e terminou em terceiro. Se você analisar o desempenho da outra Mercedes, Rosberg em um sunday driver colocou mais de 17 segundos de vantagem sobre Ricciardo, quer dizer, não forçou e mesmo assim abriu tamanha diferença para o segundo. 

Conclusão que, Hamilton tinha todas as condições para superar a RBR do Ricciardo, mas não o fez, numa pista favorável as Mercedes (disparado o melhor carro), de fácil ultrapassagem, e ele ainda pilotou um carro zerinho km.

Max parece que é o novo queridinho dos comissários, vai ocupar o lugar do Hamilton. Já virou rotina a sua mania de mudar de direção nas freadas, isso é perigoso. No mínimo deveria ser chamado para uma conversa.

Gostei que na corrida de SPA não teve aquela chatice de punições, deixaram o jogo correr, como se diz no futebol.

Massa vinha bem, mas perder duas posições a 3 voltas do final doí muito. Precisa solucionar o problema de desgaste dos pneus.


Nenhum comentário: