domingo, 23 de outubro de 2016

QUATRO-QUATRO-MEIA



Se alguém perguntasse para o saudoso Tim Maia o que ele acha do Max Verstappen ele responderia: "quatro-quatro-meia".

Verstappen com seus 19 anos tem muito que aprender. Fazendo uma comparação com seu companheiro de time neste final de semana, dá para perceber que Daniel está em outro nível.

Nos treinos Daniel classificou para largada em terceiro, enquanto Max foi o quarto. Na largada Daniel conseguiu se meter entre as Mercedes, enquanto Max se complicava e caia lá para trás.

Durante a prova Max ignorou as instruções de seu time pelo rádio.

Mais tarde, entrou nos boxes sem que o time estivesse preparado, coisa que já tinha feito em outra corrida. Não foi a primeira vez que cometeu esse erro.


Acabou fora da prova por problemas no câmbio. Será que forçou o equipamento? Fica a dúvida.

Acabou prejudicando seu companheiro com o VSC.

Daniel fez uma corrida sem cometer erros e faturou o terceiro lugar. Agora por que Max foi o Driver of the Day?


PS - Explicando o 4-4-1/2 do Tim. Ele respondia isso quando alguém perguntava do sobrinho Ed Motta, dizia isso porque achava que o sobrinho era uma fração, não chegava a ser um inteiro.

Max Verstappen ainda é uma fração!





Nenhum comentário: