domingo, 25 de dezembro de 2016

1.000 QUILÔMETROS DE BUENOS AIRES

FERRARI VITORIOSA COM A DUPLA HILL/COLLINS

Vinte e seis volantes cruzaram a pista em direção aos seus carros. Em primeiro plano Stirling Moss ao aproximar-se do Porsche número 48 com o qual levantou a 3ª colocação. Assinalado com a flecha o volante Jorge Magnasco, fatalmente ferido no decorrer da prova quando dirigia o carro número 14, com o qual não estava ainda familiarizado.


1958 - Vinte e seis carros Sport alinharam-se para a saída tipo Le Mans utilizada nos 1.000 Quilômetros de Buenos Aires, corridos em circuito formado pelo Autódromo de Buenos Aires e Avenida General Paz.

De início os carros da Equipe Ferrari ganharam a ponta, liderando uma legião de Maseratis, Porsches, Lancias e Oscas. Na 54ª volta, metade da prova, a dupla Collins/Hill (Ferrari) mantinha-se à frente com 2 minutos e 14 segundos de vantagem sôbre Gendebien/Von Trips (Ferrari) e 3 minutos sôbre Moss/Behra (Porsche).

Eis o estado em que ficou a Maserati número 14 de Jorge Magnasco. Adquirida do italiano Mantovani, foi estreiada por seu infeliz proprietário nas eliminatórias realizadas no dia que precedeu a prova. Em provas automobilisticas o preço da inexperiência é elevado...não raro paga-se com a vida.

Na ocasião o números de competidores afastados por avarias mecânicas ou desastres era bem elevado. Entre os envolvidos em acidentes encontravam-se: Fangio (apenas danos materiais), Alvaro Piano (com escoriações) e Jorge Magnasco (fatalmente ferido em capotagem, após chocar-se contra a proteção da pista).

Atingida a 106ª volta, a dupla Collins/Hill (Ferrari 2.953 cc) cruzou a meta após 6 horas 19 minutos 55/4 segundos de prova, à velocidade média de 158,635 Km/h. Em segundo ficou a dupla Gendebien (bel.) Von Trips (alem.) com Ferrari 2.953cc 6 horas23m/8s. Terceiro a dupla Moss (ing.) Behra (fr.) com Porsche 1.581cc 6h23m17/8s vencedor da categoria até 2.000cc. Na quarta colocação Drogo (ita.) Gonzalez (venz.) com Ferrari, Miéres (arg.) Barth (arg.) com Porsche 1.581cc.

A vitória da prova coube à dupla Collins/Hill membros da equipe Ferrari, que praticamente lideraram da saída a chegada.

Celso Lara Barbéris por avaria mecânica, não completou a primeira metade da prova. Antonio Mendes de Barros e seu companheiro Milano (arg.), obtiveram a 7ª colocação, pilotando uma Maserati.






Nenhum comentário: