quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

ESTATISTICAS



Amigos, alguns números para futuras comparações. Em 2013, Lewis Hamilton trocou a McLaren pela equipe Mercedes. 

No seu primeiro ano na equipe. a primeira vitória só aconteceu na décima etapa GP da Hungria. Foi a única da temporada, Lewis no seu ano de estréia venceu uma única vez.

Naquele ano seu companheiro de time Nico Rosberg, tinha vencido duas provas antes que Lewis conseguisse a sua. A primeira na sexta etapa em Monaco e a segunda foi na oitava etapa na Inglaterra.

A primeira pole de Lewis pela Mercedes aconteceu na terceira etapa GP da China. Nas três corridas seguintes quem fez a pole foi Rosberg: Bahrain, Espanha e Monaco.

Lewis terminou o campeonato na quarta colocação com 189 pontos. Nico terminou em sexto com um total de 171 pontos.

Já na segunda etapa da temporada, no GP da Malásia, a equipe Mercedes botou o cabresto no Nico e deixou claro quem era o primeiro piloto da equipe.

Na volta 44, Lewis Hamilton e Nico Rosberg lutavam pelo o terceiro lugar. Rosberg era o mais rápido dos dois neste momento, e ele repetidamente pediu a equipe para ser autorizado a passar Hamilton, mas chefe da equipe, Ross Brawn respondeu: "Negativo, Nico, negativo." Quando Rosberg chegou perto de Hamilton, Brawn ordenou que ele voltasse para trás, dizendo que não havia nada a ganhar e a prioridade era trazer os dois carros para casa.

Agora é só aguardar o começo da temporada para fazer as comparações.




2 comentários:

Carlos disse...

Se o Bottas conseguir fazer a função de desestabilizar o Hamilton e a Mercedes não interferir dependendo como vai ser o andamento do carro nesta temporada, será ótimo.
Sobre as especulações sobre contratação de Vettel para temporada seguinte, acho péssimo, a Mercedes é grande, trabalhou e suou muito pra ser grande deve aproveitar a escola de pilotos como a Red Bull aproveita esta base.
Esta especulação tem como objetivo atingir o Hamilton.

Brazil disse...

Concordo com tudo. O meu medo é que para evitar acidentes entre os dois carros, eles segurem o Bottas. A Mercedes vai errar feio se fizer isso.