quarta-feira, 24 de maio de 2017

POLE EM MONACO



Bottas? Sim, é possível. Vale lembrar que ele sempre consegue se reerguer depois de um mal resultado. Aquela freada antecipada quando já tinha assegurado a segunda posição, mais o erro no final da volta de classificação, que custou-lhe a pole, devem estar martelando sua cabecinha.

Lewis, também é possível. Eu torço para ele homenagear o Ayrton, repetindo 1988. Faz a pole com um temporal, lidera a corrida e depois prega no guard-rail. Vitória do Bottas! Seria uma forma bonita de prestar um tributo ao ídolo Senna.

Vettel também é um forte candidato. Está motivado e quando isso acontece é perigoso. Mas nos treinos aposto mais nos carros Mercedes. SWB só conheço uma, a 250 de 1961.

Kimi, um ponto de interrogação. Se a menstruação atrasar e não tiver cólicas, por que não?

Vejo também uma possibilidade, remota, com uma RBR de Ricciardo ou Max fechando a segunda fila. Max, apesar dos resultados negativos, amadureceu dois anos. É um Max bem diferente de 2015 e 2016. E Ricciardo, sempre consegue tirar um coelho da cartola.

Vamos ter que esperar até sábado para conferir. No seco ou molhado, Monaco sempre tem surpresas.








Nenhum comentário: